sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Instituto Henfil - Agenda 2013

Já está disponivel a a agenda 2013 do Instituto Henfil.
Interessados podem entrar em contato diretamente com Ivan Cosenza de Souza, filho do cartunista Henfil, e informar a quantidade de agendas e o endereço para envio.

 
Instituto Henfil (Ivan Cosenza de Souza)
ivanhenfil@gmail.com
Telefones: 21-2229 4850 e 21-9872 3269

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Dia 10 de dezembro é o Dia do Palhaço

Só para registrar esse Dia do Palhaço, deixo aqui uma imagem do Sacarrolha, personagem criado pelo ótimo desenhista Primaggio Mantovi. O personagem surgiu pela extinta RGE - Rio Gráfica Editora, em 1972, e foi a primeira revista brasileira que eu me lembro de ter comprado nas bancas.
Em 2012, o palhaço completou 40 anos e foi, com justiça, homenageado pelos organizadores do HQMix.
Clique no Blog dos Quadrinhos para saber mais sobre o Sacarrolha.




segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Contra a alteração da Matriz curricular do Paraná





Recebi por e-mail o manifesto e este vídeo. Confesso que não tenho informações complementares sobre a proposta do governo do Estado do Paraná, mas me parece bastante preocupante quando as autoridades resolvem extrair a Arte como disciplina do ensino de qualquer nível escolar.
O texo abaixo é assinado pelo Coletivo Pró-Arte Paraná.
Vale a pena ler.

O Coletivo Pró-Arte Paraná posiciona-se CONTRÁRIO por meio deste manifesto à medida antidemocrática exposta na "sugestão" da Matriz Curricular do Ensino Fundamental e Médio do Estado do Paraná para 2013. A disciplina de Arte é de suma importância na construção do indivíduo como um todo, estimulando no alunado um senso crítico e estético, desenvolvendo potencialidades criativas, sociabilizando o ser humano e integrando-o culturalmente.
Consideramos inaceitável fazer uma mudança que afeta diretamente toda a comunidade escolar sem consultar previamente, de modo claro e real, as partes diretamente envolvidas, levando somente em consideração questões do IDEB (de fundamentação injustificável, como já exposto no Manifesto do Coletivo de Professores/as de Filosofia e Sociologia do Norte do Paraná) e retrocedendo em avanços importantes e necessários que nossa disciplina já alcançou durante as últimas décadas no Brasil e principalmente neste Estado.
Posicionamo-nos a favor de qualquer medida que venha a promover avanços na qualidade do ensino do Paraná, porém, é inconcebível que um órgão gestor como a SEED em uma postura arbitrária e desconstrutiva gere a um movimento de retrocesso nos avanços alcançados através de debates entre estado e profissionais da educação ocorridos presencialmente no solo da escola, onde grande parte da educação acontece -- nos parece que essa abertura democrática não se caracteriza neste atual governo. O que podemos dizer da busca por uma educação de qualidade que tenta ser alcançada a partir da ausência de debates PÚBLICOS com a categoria de professores, que ignora em suas medidas os princípios que primam por uma condição de equidade em todos os níveis de conhecimento? Por que não uma proposta de debate amplo, aberto e democrático?
No momento em que a disciplina de Arte, bem como as de Filosofia e Sociologia, teve maior visibilidade dentro do pensamento acadêmico, exemplificada no Vestibular da UEL, nos chega um modelo de Matriz Curricular que construirá uma lacuna formativa na área de Arte. Também é importante destacar que existe uma Diretriz Curricular desta disciplina e reduzir sua jornada é interromper os avanços que a mesma já conquistou, como campo de formação de consciências em públicos jovens, retirando da marginalidade toda uma gama de saber que até então se colocava inacessível a grande parte da população, e restrito a camadas elitistas da sociedade.
Reconhecemos a importância e legitimidade das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, mas no MESMO patamar das demais, nem menos e nem mais importante dentro do corpus disciplinar. Bem como, queremos deixar claro que não somos contrários à ampliação destas e de outras disciplinas. No entanto, isso não pode ocorrer em detrimento de outros conhecimentos como: Arte, Sociologia, Filosofia, Língua Estrangeira, História e Geografia. Como se suprimir algo cuja importância já foi comprovada resolvesse as necessidades da educação do país, bem como deste estado.
Percebemos nesta medida uma PREGUIÇA imediatista que tende a encontrar caminhos "fáceis" de soluções que revelam o caráter das movimentações que orientam as manobras educacionais, que claramente nos levará a uma volta contrária ao que queremos na continuidade da formação do cidadão como saber sensível, crítico, científico e inserido culturalmente. Afinal é isso que esperamos da Educação em/para Arte!
Propomos, neste manifesto uma reflexão sobre estas mudanças estruturais na conjuntura educacional. Se for para se promover mudanças, que se corte na carne! Que debatamos a condição insalubre do espaço de sala de aula, o sucateamento dos recursos tecnológicos de apoio educacional, o dogmatismo de metodologias de ensino estáticas que refletem o despreparo de muitos profissionais de educação -- em todas as áreas, o grande número de alunos por sala de aula, a melhor utilização de recursos destinados à educação, reuniões pedagógicas que pouco refletem as reais necessidades de cada escola, e tantos outros problemas na estrutura da Educação deste Estado.
Esperamos por meio deste manifesto, redirecionar a visão dos envolvidos nesta proposta, fazer pensar/refletir sobre o que realmente é importante: o Estudante - sua formação, educação, aprendizagem e a possibilidade de acesso a conhecimentos imprescindíveis na sua vida pensados democraticamente e reflexivamente.
Gratos pela atenção dispensada 
Coletivo Pró-Arte Paraná

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Amigos, colegas e fãs do humor gráfico brasileiro


Portinari visto por Nássara

 A exposição “Portinari com Humor”, na Sala de Cultura Leila Diniz, terminou. Agradeço a todas as pessoas que compareceram e prestigiaram o evento. Obrigado aos artistas que criaram obras exclusivas para a exposição, especialmente aos que realmente entenderam que realizar um evento como esse é uma das poucas maneiras que nós artistas ainda temos para divulgar o desenho brasileiro de forma independente e igualitária.
Minha gratidão aos artistas participantes que, mesmo após a confusão causada por um funcionário da Uerj, continuaram confiando em mim e cederam suas obras para a continuidade da exposição em Niterói. A todos, artistas e amigos, que compareceram à abertura ou durante os dias que o evento esteve montado e àqueles que de alguma maneira colaboraram na manutenção e divulgação da exposição, inclusive algumas pessoas que não me conhecem e criaram álbuns completos em seus perfis no Facebook.
Aos parceiros da Imprensa Oficial do Rio de Janeiro e Sala de Cultura Leila Diniz (Renata Palmier e sua equipe de trabalho formada pelas jovens Camila Rodrigues, Dayanna Nascimento e Gabriella Sader, além de outros funcionários dedicados), especialmente ao Diretor-Presidente da Imprensa Oficial RJ, Haroldo Zager, por sua virtude visionária em criar e manter a belíssima Sala de Cultura Leila Diniz e disponibilizá-la democraticamente a todos os artistas e consumidores da boa cultura. Quem dera todas as instituições públicas tivessem espaços dedicados à arte como a IORJ.
Unindo as exposições que marcaram presença na galeria Candido Portinari, na Uerj, e na Sala de Cultura Leila Diniz, na sede da Imprensa Oficial do Rio de Janeiro, em Niterói, o evento “Portinari com Humor” foi motivo de 19 notas na imprensa, sendo 7 em jornais impressos e 12 na imprensa digital, além do programa Unidiversidade, da TV Saúde, da Fiocruz.
Apesar de não contarmos com um patrocinador, o saldo foi extremamente positivo e nos possibilitou renovados aprendizados e o surgimento de novos contatos.
Muito obrigado a todos!
Zé Roberto Graúna

Ziraldo no Sem Censura

O Sem Censura de hoje (quarta-feira - 31/10) recebe o cartunista Ziraldo para falar dos seus 80 anos e do lançamento do DVD “Ziraldo, profissão cartunista”.
A atração vai ao ar a partir das 16h pela TV Brasil.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ziraldo, um menino de 80 anos!

Circula no jornal O Globo de hoje, esse belo anúncio de página inteira em homenagem aos 80 anos de Ziraldo. O anúncio é da editora Melhoramentos. Aproveito para mostrar também o belo desenho que o próprio cartunista criou para marcar a data.



sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Cartunista Alviño

O cartunista Alviño lançará amanhã, sábado, dia 20 de outubro, no Espaço Multifoco, o livro de tirinhas de humor O Lombra - o defensor dos frascos e comprimidos.
O artista estará na Av. Men de Sá, n° 126, na Lapa, a partir das 18h.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Feliz Dia do Mestre!


Guidacci desenhando na redação do Jornal do Commercio, em 1988.
Em 1981 estudei artes gráficas no Senai com o professor Jomar Torres Redon. No ano seguinte, em 1982, no Senac, estudei desenho com o ótimo João Baptista e, a partir de 1983 (até 1993), fiz diversos cursos de desenho com o Guidacci, artista que até hoje mantém contato comigo.
Jorge Guidacci atuou como professor de desenho no Senac, do Rio de Janeiro por 26 anos. Muitos artistas que hoje são consagrados foram seus alunos. Alguns atuam com artes plásticas, outros são cartunistas e muitos enveredaram para a publicidade. Dos nomes que me recordo, os mais atuantes são Arthur Fróes, Celso Mathias, Cisko Diz, Deborah Trindade, Mega, Nei Lima, Paulo Cavalcante, Paulo Santos, Pazelli, , Sandro Dinarte, Tatiana Fróes, Woyames, Vitor Vanes, Ykenga, Zé Andrade entre outros.
Aproveito a o dia de hoje para desejar feliz Dia do Mestre ao Guidacci!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Zé Andrade, um artista único


Estive na belíssima exposição "Na palma da minha mão", do ceramista Zé Andrade, no CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil, do Rio de Janeiro. A mostra, que faz parte do festival literário do CCBB e reabre sua biblioteca, apresenta os bonecos de alguns dos nossos maiores escritores, com as delicadas peças organizadas com fundos exclusivos e caprichados adornos montados com acrílico recortado, num primoroso trabalho da design Mariana Grojsgold.
Encontrei no local o ilustrador Romero Cavalcanti e a desenhista e escritora Pat Kovacs, amiga que eu não via há tempos.
A curadoria da exposição é da competente Clarisse Fukelman. A atração pode ser prestigiada até o dia 16 de dezembro. Confira as fotos abaixo e leia o lindo texto que o cartunista e escritor Ziraldo, um dos homenageados de Zé Andrade, escreveu para seu amigo ceramista.

O ceramista Zé Andrade
A vitrine com o texto do mestre Ziraldo
O boneco representando Ziraldo
Pat Kovacs e o detalhe da concepção de "Nelson Rodrigues"
Zé Andrade, eu e Romero Cavalcanti. Foto de Pat Kovacs

domingo, 7 de outubro de 2012

Inauguração da exposição Portinari com Humor

O banner da exposição na entrada da belíssima Sala de Cultura Leila Diniz
Na quinta-feira, dia 4 de outubro, aconteceu a inauguração da exposição "Portinari com Humor", na Sala de Cultura Leila Diniz, na sede da Imprensa Oficial do Rio de Janeiro, em Niterói.
O evento fica disponível para os visitantes até o dia 31 de outubro. 
A Sala de Cultura Leila Diniz fica na Rua Heitor Carrilho, 81, Centro/Niterói, e funciona de segunda a sexta, das 10h às 17h, e aos sábados, das 14h às 17h.
Na rede social Facebook, o internauta pode acompanhar tudo que está acontecendo durante a permanência da exposição na sala de cultura. Visitem a fan page no link

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Hoje acontece a inauguração da exposição Portinari com Humor

Hoje, dia 4 de outubro, acontece a inauguração da exposição "Portinari com Humor", na Sala de Cultura Leila Diniz, em Niterói.
A Sala de Cultura Leila Diniz fica na Rua Heitor Carrilho, n° 81, sede da Imprenda Oficial do Rio de Janeiro.
Para ilustrar a postagem, escolhemos o ótimo desenho do jovem Denis Mello.
Compareçam!

Se o amigo tem perfil no Facebook, não deixe de "curtir" a Fan Page do evento neste link.

"São Portinari", desenho de Denis Mello

sábado, 29 de setembro de 2012

O convite da exposição Portinari com Humor


Acima o amigo internauta pode visualizar o convite da exposição "Portinari com Humor", evento que será inaugurado no próximo dia 4 de outubro, na Sala de Cultura Leila Diniz, em Niterói.
A mostra conta com as obras de 33 artistas que apresentam caricaturas, iliustrações, pinturas e esculturas em homenagem ao pintor Candido Portinari.
A Sala de Cultura Leila Diniz fica na sede da Imprensa Oficial do Rio de Janeiro, na Rua Heitor Carrilho, n° 81, no Centro de Niterói. A exposição será inaugurada a partir das 18 horas.

Artistas participantes:
Adail, Adam Rabello, Alessandra Nogueira, André Brown, André Flauzino, Bárbara Sotério, Biratan, Cesar Guedes, Cida Calu, Glen Batoca, Cris Pires, Denis Mello, Guto Respi, Guidacci, Hermé, Inês Maciel, J.Bosco, Jeff Bonfim, Junior Lopes, Liliana Ostrovsky, Luiz Mondego, Magon, Marcia Mendes, Marguerita Bornstein, Mônico Reis, Pedro Dias, Nei Lima, Romero Cavalcanti, Rose Araujo, Shimamoto, Souza, Zé Andrade e Zé Roberto Graúna.
O desenho que ilustra o convite é de autoria de Nássara e pertence ao acervo Jorge de Salles.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Benedito Nunes com humor


Recebi duas imagens da exposição paralela do IV Salão Internacional de Humor da Amazônia que homenageou o filósofo, professor, crítico de arte e escritor Benedito Nunes. 
A mostra contou com as obras dos caricaturistas Atorres, Baptistão, Biratan, Casso, J.Bosco, Junior Lopes, Levy, Luiz Pinto, Márcio Pinho, Nei Lima, William e Waldez.



sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Albert Piauí para vereador - Teresina


Recentemente comentei por aqui a importância da candidatura do cartunista Maringoni ao cargo de vereador pela cidade de São Paulo. Entendo que está mais do que na hora de nossos desenhistas mais politizados e conscientes começarem a atuar além das fronteiras das pranchetas e telas de computador. Por isso, divulguei aqui os detalhes da candidatura de Maringoni por São Paulo.
Em Terezina, Piauí, outro consagrado artista do traço está enveredando para a política. Trata-se de Albert Piauí, velho conhecido não só por seus ótimos desenhos, mas também pela atuação em eventos culturais, especialmente nos muitos anos de Salão Internacional de Humor do Piauí.
Albert é candidato pelo PC do B, com o n° 65.444, e já recebeu diversas manifestações de apoio de colegas de várias partes do País. Nesta postagem, o amigo internauta pode visualizar alguns desenhos, além do texto escrito por Ziraldo.
Desejamos boa sorte ao colega Albert Piauí

Numa das minhas andadas tive a alegria de conhecer o Albert Piauí, menino ainda, com um talento de gigante. Fomos colegas nas páginas do velho Pasquim e, nas inúmeras vezes que voltei a Teresina, pude constatar sua importância para a cultura do seu estado, sua capacidade de trabalho, sua vocação de líder, seu enorme coração de brasileiro. Tomo a liberdade – por ser brasileiro como vocês – de torcer pelo Albert nessas eleições. Sonho em que ele seja, para o bem de Teresina, o vereador mais bem votado do estado. E, na próxima eleição, vou me cadastrar em Teresina pra votar no Albert Piauí pra prefeito!!! Ele merece! O Piauí, também!
Ziraldo Alves Pinto 

 
Desenho de J.Bosco
Desenho de Hermé
Desenho de Duayer



terça-feira, 18 de setembro de 2012

Humaitá no Samba e na Caricatura


Para acompanhar a primeira apresentação do ótimo sambista Renato Milagres na Casa de España, no Humaitá, o caricaturista Glen Batoca foi convidado para mostrar algumas de suas caricaturas numa pequena exposição. Foram montados 4 painéis com seus desenhos e com algumas cópias das obras de Nássara do acervo do saudoso Jorge de Salles
A ideia dos organizadores é realizar um evento por mês, e misturar duas das culturas mais tradicionais do Rio de Janeiro: o samba e a caricatura. O tema das exposições será sempre o samba e o carnaval. O primeiro evento aconteceu no dia 16 de setembro e contou também com as participações dos artistas Souza e Liliana Ostrovsky, que divertiram o público desenhando caricaturas ao vivo.
Eduardo Chaves, de ilustre e tradicional família de sambistas, está à frente na organização do evento.
Além de Glen, Souza e Liliana, estiveram presentes no Humaitá no Samba os desenhistas Adail e Elihu.

Eduardo Chaves e Adail que trouxe uma caricatura de Zeca Pagodinho

Glen Batoca e seus sambistas

Zé Roberto e Adail ao lado dos desenhos de Nássara

O músico Marcos Azevedo e o caricaturista Souza

A caricaturista Liliana Ostrovsky

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Agora nós artistas vamos relaxar e gozar!



No Rio de Janeiro, assim que tomou posse na prefeitura, Eduardo Paes “escolheu” para comandar a Secretaria de Cultura do Município a deputada (na época sem mandato) Jandira Feghali. Na verdade, a escolha se deu graças aos conchavos políticos pré-eleitoreiros, que dividiram as pastas do governo como se fossem fatias de um bolo a ser degustado por todos os partidos da aliança. Jandira Feghali, que nunca havia atuado com cultura até então, possui um currículo registrado no site Wikipédia, informando que ela é formada em medicina, mas não define sua especialidade. O texto afirma ainda que a ilustre deputada do PC do B foi baterista profissional de uma banda, cujo nome sequer é citado. Possivelmente, graças a experiência musical da médica/política/sindicalista a “artista” foi a escolhida para empurrar com a barriga, durante pouco mais de 2 anos, a secretaria de cultura do Rio de Janeiro.
Hoje a imprensa informa que Ana de Hollanda, após longo período de fritura, acaba de deixar o Ministério da Cultura, e o nome mais cotado para ocupar o cargo vago é a da psicóloga e mãe do humorista Supla, Martha Suplicy. Mais uma autêntica piada dos nossos políticos.
A cultura continua sendo usada como uma espécie de cala-boca para ocupar políticos e camaradas sem mandato.

domingo, 2 de setembro de 2012

Portinari em Niterói


O desenho acima é obra do ótimo desenhista André Flauzino. O belo trabalho faz parte da exposição "Portinari com Humor", mostra coletiva com 33 artistas em homenagem ao pintor Candido Portinari.
São caricaturas, cartuns, pinturas e esculturas criadas especialmente para lembras os 50 anos de ausência do pintor que faleceu em 1962, no dia 6 de fevereiro.
Breve vou postar aqui novidades sobre esse evento que acontecerá no início do mês de outubro, na Sala de Cultura Leila Diniz. Fiquem ligados!

sábado, 1 de setembro de 2012

Para lembrar Portinari

Para homenagear Candido Portinari (que também ilustrou livros), acrescentei a assinatura do grande artista na coleção de grandes desenhistas brasileiros.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Regulamento do IV Salão Internacional de Humor da Amazônia




REGULAMENTO
1. Natureza e âmbito do salão
O 4° Salão Internacional de Humor da Amazônia- Ecologia no Traço pretende inserir-se no calendário de eventos de humor do Brasil e do mundo, com o objetivo de estimular e divulgar a produção dos humoristas gráficos. É importante que este salão de humor seja uma tribuna gráfica para mostrar o talento e a crítica de todos os cartunistas preocupados com os problemas ecológicos que afligem o nosso planeta, particularmente a Amazônia.
2. Prazos
O 4° Salão Internacional de Humor da Amazônia – Ecologia no traço será realizado no período de ¬¬21 a 30 de setembro de 2012, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, Belém- Pará-Brasil, dentro da programação da Feira Pan Amazônica do Livro, obedecendo aos seguintes prazos:
a) Período de inscrições: 09 de agosto a 3o de agosto de 2012;
b) Seleção dos trabalhos: 04 de setembro de 2012;
c) Divulgação dos selecionados: 06 de setembro de 2012;
d) Abertura e Premiação do Salão: 22 de setembro de 2012;
e) Encerramento do Salão: 30 de setembro de 2012;
3. Modalidades e Seleção
Tema A: Ecologia (Obrigatório) - Nesta categoria consideram-se todos os cartuns inéditos que versem sobre os problemas ecológicos e que não tenham sido premiados em outros eventos. Serão selecionados 70 trabalhos.
Tema B: Livre - Nesta categoria consideram-se todos os cartuns inéditos sobre qualquer tema e que não tenham sido premiados em outros eventos. Serão selecionados 50 trabalhos.
Tema C: Caricatura - Nesta categoria consideram-se todas as caricaturas inéditas de qualquer personalidade reconhecida e que não tenham sido premiados em outros eventos. Serão selecionados 50 trabalhos.
4. Para participar
a) Podem participar artistas e realizadores de qualquer nacionalidade;
b) Cartuns e Caricaturas:
Serão aceitos trabalhos digitalizados ou elaborados em computador, 300 dpi, formato A3 ou 30 x 40 cm, modo de cor RGB, jpg (qualidade alta ou média) obedecendo ao limite máximo de 1,0 MB, só serão aceitas obras inéditas, que não tenham participado de outros salões ou festivais;
c) Preencher a ficha de inscrição com todos os dados do participante: títulos das obras, ano de produção, nome completo, pseudônimo, endereço completo com CEP, fones, email, RG, CPF, dados bancários, anexar as obras e enviar para o email: humorecologico@gmail.com
d) Cada participante poderá submeter ao concurso 02 (dois) trabalhos por modalidades:
1- Tema Ecologia; 2- Tema Livre; 3- Tema Caricatura;
e) Para inscrever cartuns com o tema livre é obrigatório o participante inscrever obras no tema ecologia;
f) É vedada a inscrição de cartuns e/ou caricaturas selecionadas nas edições anteriores do Salão de Humor da Amazônia ou em outros Festivais e que não sejam inéditas;
g) As obras referentes aos Temas A, B e C descritos no item 3 devem ser anexadas e enviadas juntamente com a ficha de inscrição preenchida até o dia 30 de agosto de 2012, às 23h59 (horário de Brasília);
5. A comissão julgadora
a) A organização do 4° Salão de Humor da Amazônia constituirá uma Comissão de Pré-seleção que indicará os trabalhos que integrarão as exposições .
b) A Comissão Julgadora será constituída por cinco membros de notória competência;
c) O presidente da Comissão Julgadora será um artista convidado especialmente para este fim;
d) À Comissão Julgadora compete a atribuição dos prêmios e menções honrosas;
e) As decisões da Comissão Julgadora e da Comissão de Pré-seleção serão soberanas e irrecorríveis;
6. Obras e originais
a) Não serão devolvidas as obras enviadas para seleção e passarão a fazer parte do acervo do Salão de Humor da Amazônia;
b) A Central de Produção – Cinema e Vídeo na Amazônia realizadora do projeto se reserva o direito de utilizar qualquer trabalho inscrito, em qualquer tempo, para fins de divulgação do evento e/ou na realização da itinerância do projeto por estados e municípios da região norte.
c) Nenhuma obra será colocada à venda ou utilizada para fins comerciais;
d) Ao fazer a sua inscrição o participante tem que obrigatoriamente aceitar e concordar com todo o regulamento do concurso;
8. Direitos do autor
a) O ato de inscrição de uma obra implica automaticamente a cessão dos respectivos direitos de reprodução para fins não comerciais;
 10. Premiação
a) No total serão atribuídos sete (sete) prêmios:
Tema Cartum ecológico:
1° lugar: R$3.000,00 (valor bruto)
2° lugar: R$1.000,00 (valor bruto)
Tema Cartum Livre:
1° lugar: R$1.500,00 (valor bruto)
2° lugar: R$500,00 (valor bruto)
Tema Caricatura:
1° lugar: R$1.500,00 (valor bruto)
2° lugar: R$500,00 (valor bruto)
b) O valor dos prêmios está sujeito aos impostos legais e taxas bancárias em vigor no momento da sua atribuição;
c) Os prêmios também serão simbolizados por troféus;
11. Locais e Datas
O 3° Salão Internacional de Humor da Amazônia – Ecologia no Traço acontecerá na cidade de Belém, estado do Pará, no período de 21 a 30 de setembro de 2012, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.
12. Organizadores
O Salão Internacional de Humor da Amazônia é um projeto idealizado por Biratan Porto e Márcia Macêdo e realizado pela Central de Produção – Cinema e Vídeo na Amazônia.
Email para envio da ficha de inscrição e trabalhos:
Ficha de Inscrição/IV Salão Internacional de Humor da Amazônia Ecologia no Traço
Nome: Pseudônimo: Endereço: Nacionalidade: Email: Fones: Conta Bancária: CPF: RG: Tema Ecológico: (obrigatório). Email para envio: humorecologico@gmail.com

sábado, 4 de agosto de 2012

Cabaret - Exposição em Niterói

Ontem, dia 3 de agosto, estive em Niterói, na Sala de Cultura Leila Diniz, para prestigiar a abertura da exposição "Cabaret", mostra coletiva com as obras de 19 artistas.
O convite partiu do amigo Denis Mello, ótimo desenhista de Histórias em Quadrinhos, jovem artista que eu conheci numa das edições da Semana de Quadrinhos da UFRJ.
Os detalhes do evento, o amigo internauta pode ver logo abaixo. Visitem a exposição e não percam a oportunidade de conhecer a Sala de Cultura Leila Diniz, que é uma das boas opções culturais de Niterói, e ainda é pouco conhecida do grande público.

Karina Marzulo

"Hora do Show", óleo sobre tela de Felippe Sabido

Denis Mello

Ilusões, perfumes fortes, cores berrantes, risos, conversas altas, provocações, música, danças, mentes luxuriantes, despertar de percepções... Pense em um lugar onde você poderia encontrar todos esses elementos suscitando ao pôr do sol e dando seus últimos suspiros ao amanhecer... Voilà Cabaret!
E foi assim que CABARET foi interpretado em outras formas artísticas. Cada artista que participa dessa exposição imergiu nesse mundo e transportou suas percepções para materialização de suas obras. O resultado é uma exposição visualmente diversificada, desde a tradicional pintura a óleo, pinturas com materiais contemporâneos, desenhos, fotomontagens e até mesmo a criação de indumentárias e adereços, evidenciando o quanto pode ser diverso e maravilhosamente rica a interpretação e o tema abordado. Karenina Marzulo - Curadora


Período:
De 03 a 31 de agosto, de segunda à sexta das 10h às 17h, sábados das 14h às 17h

Sala de Cultura Leila Diniz- Imprensa Oficial.
Endereço: Rua Professor Heitor Carrilho, 81 -Centro, Niterói- RJ

Artistas: Alan Vasconcellos, Antonio Amador, Bbia Toledo, Bidi Bujnowski, Bruna Azevedo, Carol Cavalo, Denis Mello, Felippe Sabino, Fernando de Paula, Helena Carneiro, Ingryd Soares, Julia Abreu, Karenina Marzulo, Livia Bessa, Lud Lov, Maíra Coelho (foto Nayara Goulart), Marco Bravo, Morgana Mastrinni, Tainá Alvim

Organização: Bruna Azevêdo, Livia Bessa, Karenina Marzulo
Colaboração: Ingryd Soares, Maíra Coelho, Erik Coppola, Laís Perdomo
Arte: Felippe Sabino
Programação Visual: Livia Bessa



segunda-feira, 23 de julho de 2012

Huai Humor


Recebi hoje a página do jornal Diário de Caratinga com a coluna Huai - Humor ano inteiro, assinado pelo Edra. Na página, o cartunista aproveita para deixar uma saldo final sobre sua exoneração da Casa Ziraldo de Cultura.
Além do texto, que reproduzimos abaixo, a página vem muito bem acomanhada de 9 desenhos assinados pelos cartunistas Bira Dantas, Iéio, Jal, Samuca, Verde, Vinícius Ferraz, Milton, Siqueira e Samuel Bono.
Diário de Caratinga

Apesar de você(s)...
Apesar da minha luta pela criação da Casa Ziraldo de Cultura. Apesar do trabalho que lá desenvolvi de corpo, alma, coração e que devido a isso obteve um saldo muito positivo - mesmo diante da absoluta falta de estrutura operacional que me impediu de fazer o meu melhor - estas prerrogativas não me dão direito à perenidade do cargo que exercia. Tampouco tenho esta pretensão.
Quem efetiva tem todo o direito de exonerar, desde que tenha motivo e que não use a Casa Ziraldo de Cultura como manobra política. Devido a esta máxima, minha exoneração frente à direção da instituição poderia e deveria ter sido natural, não fosse a forma arbitrária, desrespeitosa e covarde com a qual foi feita.
Exoneração friamente premeditada, visando assegurar uma agenda de eventos já programada até o final do ano. Além disso, sem aviso prévio, o que me fez deparar com o espaço trancado com uma fechadura trocada como se eu fosse um moleque.
O assunto por mim se esgotaria logo depois do meu desabafo na minha página da internet. Mas pra minha surpresa, tive uma avalanche de mensagens de apoio, telefonemas, abraços nas ruas, manifestações de personalidades do meio cultural, divulgações em sites e blogs afins de todo Brasil e até do exterior.
Claro, me serviu de bálsamo diante de tamanha decepção e de recompensa por saber que Caratinga reconhece o meu trabalho. Por isso, não posso me privar de agradecer a todos e ilustrar este lastimável episódio com estas belas e cáusticas charges que amigos cartunistas, de várias partes do país me enviaram, haja vista que nossa profissão repudia qualquer ação predatória à liberdade de expressão.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

139° aniversário de Santos Dumont

A data de hoje marca o nascimento de Alberto Santos Dumont.
Para não deixar a data passar, vou postar uma imagem histórica do Pai da Aviação numa monumental capa da revista Epopeia, edição especial do centenário do famoso brasileiro. Com o título de Dos balões de Santos-Dumont à viagem à lua, a belíssima ilustração foi desenhada pelo genial Monteiro Filho
A revista foi publicada pela editora Ebal, em 1973

Desenho de Monteiro Filho

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Caricatura Solidária – INFORMAÇÃO IMPORTANTE


Informo a todos os amigos, clientes, colaboradores e colegas cartunistas que eu NÃO faço mais parte do projeto Caricatura Solidária.
Contatos com o CS devem ser feitos somente pelo e-mail caricaturasolidaria@gmail.com ou nos perfis do grupo nas redes sociais Facebook e Orkut, além do blog dos artistas.
Peço a todos que NÃO entrem mais em contato comigo para obter informações sobre a equipe ou para qualquer solicitação de ações do Caricatura Solidária
Obrigado!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Em São Paulo, cartunista Maringoni é candidato a vereador



Não me lembro se alguma vez nós desenhistas tivemos algum colega eleito para qualquer cargo político. Se não me falha a memória, apenas o Ota tentou uma vez se eleger vereador no Rio de Janeiro, em 1988, mas o ex-editor da revista Mad não chegou lá.
Atualmente em São Paulo, o cartunista e jornalista Maringoni está lançando sua candidatura pelo PSOL. O evento acontece no próximo sábado, dia 14 de julho, às 14 horas, no Salão Azul do Sindicato dos Bancários (Rua Bento, 413, edifício Martinelli).
No material de divulgação do candidato consta uma lista de pessoas ilustres que apóiam Maringoni nesta eleição. Entre os nomes, além de jornalistas, pesquisadores e professores, encontrei os nomes dos consagrados desenhistas Laerte e Orlando Pedroso, que são ótimas referências para quem ainda não conhece a trajetória de Maringoni.
Eu não costumo usar meu blog para fazer campanha a favor de ninguém, especialmente quando se trata de política partidária, mas entendo que esse caso merece atenção especial. Afinal, desde que comecei a postar por aqui, meu compromisso sempre foi divulgar as ações dos desenhistas brasileiros. E eu entendo que nossos desenhistas também têm o direito de ocupar cargos como os de vereador, deputado, ministro, secretário ou seja lá o que for.
Acho que todos nós estamos cansados da mesmice que assola os meios políticos nacionais, e os últimos fatos envolvendo a Zetti, em Piracicaba, e o cartunista Edra, em Caratinga, nos mostra que não temos representatividade alguma nesse meio viciado e corrupto.
Quem sabe a candidatura de Maringoni sirva como um pontapé inicial e incentive outros colegas atuantes a se candidatarem e, quem sabe, mudar os rumos da cultura e da comunicação brasileira.
Infelizmente, não detenho domicílio eletoral em São Paulo – eu voto no Rio de Janeiro, e por aqui está complicado para escolher algum nome que valha à pena – mas se eu votasse por lá, com certeza daria créditos ao colega Maringoni.



Jornal Olhar de Minas registra manifesto de cartunistas

Importante mostrar que o jornal Olhar de Minas registrou o manifesto assinado pelos colegas Jal e Gualberto sobre a exoneração do cartunista Edra da Casa Ziraldo de Cultura. 
Segue abaixo os recortes da edição do dia 8 de julho.



Mensagem de Zélio, irmão de Ziraldo, sobre a saída de Edra da Casa Ziraldo de Cultura



Zélio, irmão do cartunista Ziraldo, assim que soube da exoneração de Edra da Casa Ziraldo de Cultura, registrou a mensagem que transcrevemos abaixo:

Não dá pra entender...
Até ontem o Max Portes era um dos personagens que o próprio Edra incensava, como ilustre caratinguense alhures. 
Como pode o filho da dona Maria Figueiredo tomar uma atitude tão inexplicável. Foi o Edra quem fez, criou, lutou e, fugindo, por respeito aos padrões atuais, adquiriu assim, o direito moral de ocupar cargo e função. 
Pra ser saído tem de explicar o porque, quando e onde pra todos nós, eleitores e testemunhas do esforço, além de usuários privilegiados da criação e do trabalho. 
Uai, gente! Quequiéisso? Vamos para com isso?
Zélio

quinta-feira, 5 de julho de 2012

CARTA ABERTA À PREFEITURA DE CARATINGA

Ainda sobre a saída do Edra da Casa Ziraldo de Cultura... Entrei no site da prefeitura de Caratinga... Vocês acreditam que a secretaria de cultura não tem e-mail? Até dá para entrar num link da tal secretaria "Cultura, Esporte, Lazer e Juventude" (que puta salada, hein!), mas não tem um "fale conosco" ou qualquer link para mensagens de e-mail.
O nome do tal secretário dessa salada é Maximiano de Figueiredo Portes.
Agora publico na íntegra, carta aberta ao prefeito de Caratinga João Roberto Leodoro, assinada por Jal e Gualberto, sobre a exoneração do cartunista Edra que foi afastado do comando da Casa Ziraldo de Cultura.

São Paulo, 04 de julho de 2012

Ilmo. Sr. Prefeito
João Bosco Pessine Gonçalves

Ilmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Caratinga,
João Roberto Leodoro e demais vereadores

Cidadãos de Caratinga,

Esta carta representa as entidades de classe abaixo assinadas, com cerca de dois mil profissionais do humor gráfico brasileiro, integrantes de veículos de comunicação da imprensa escrita, TV e Internet, editoras de livros e agências de publicidade.
Aqui externamos, em carta aberta, nosso repúdio categórico à maneira pela qual o cartunista Edra, mentor e diretor da Casa Ziraldo de Cultura, foi exonerado de seu cargo pela Prefeitura de Caratinga.
É inegável a competência de Edra, ao longo de sua atuação na criação e manutenção do Salão Internacional de Humor de Caratinga. Um dos eventos que coloca a cidade onde Ziraldo nasceu no mapa cultural mundial. Não bastasse isso Edra lutou e idealizou a Casa Ziraldo de Cultura que já construiu uma história e faz parte da vida cultural da cidade com diversos eventos para todas as idades.
Em vez de uma justa homenagem, pelo relevante trabalho prestado em nome do município de Caratinga e pelos longos anos de diálogo entre a cidade e os cartunistas, Edra foi descartado por uma decisão notadamente política.
Apelamos, enfim, à sensibilidade do poder executivo e dos parlamentares. A Casa Ziraldo de Cultura não se resume a meras decisões administrativas e burocráticas. O espírito do local valoriza, acima de tudo, o livre pensar e a Arte. É assim que os cartunistas o compreendem.
Fazemos um apelo ao bom senso do Sr. Prefeito, que sempre demonstrou carinho por esse trabalho. Não será em sua gestão, assim insistimos, que esse rico diálogo cultural será desprezado.
Por princípio, acreditamos que o que há de mais admirável no exercício da política sempre paira acima das bandeiras e interesses partidários. É o governar pelo bem comum. Nós, cartunistas, somos justamente os maiores especialistas em traduzir, por meio de charges e cartuns, o pensamento do povo sobre tantos temas nacionais como esse.
Aguardamos uma resposta, o mais breve possível, à nossa solicitação em nível nacional.

Atenciosamente,

ASSOCIAÇÃO DOS CARTUNISTAS DO BRASIL (ACB), José Alberto Lovetro (JAL) – presidente (Acb.cartoon@yahoo.com.br)

INSTITUTO MEMORIAL DE ARTES GRÁFICAS DO BRASIL (IMAG), Gualberto Costa – presidente (hqmix@yahoo.com.br)

terça-feira, 3 de julho de 2012

Exonerado, Edra não está mais à frente da Casa Ziraldo de Cultura


Edra literalmente vestiu a camisa de
Caratinga e do Humor Gráfico Brasileiro


Para quem ainda acha que tratar com políticos é coisa de amador, mais uma prova de oportunismo barato atinge um dos nossos colegas mais atuantes, o Edra. Todos sabem que o projeto que gerou a Casa Ziraldo de Cultura foi idealizado por ele, desde as primeiras edições do Salão Internacional de Humor de Caratinga.
Hoje, assim que entrei na internet, fiquei sabendo que o secretário de cultura do município de Caratinga (pessoa que eu não sei quem é, e possivelmente nem os eleitores da cidade sabem de quem se trata) acaba de exonerar o Edra da direção da Casa Ziraldo de Cultura. Uma atitude de total desrespeito que muito se assemelha ao que aconteceu com a Zetti em Piracicaba. Que nossos coleguinhas mais atuantes fiquem de olho. Afinal, estamos em ano de eleições municipais, e quem não aceitar fazer os joguetes dessa classe descarada e covarde pode acabar como a Zetti ou como agora o nosso amigo Edra. Prestem atenção em quem vocês votam!
Segue abaixo uma mensagem esclarecedora do Edra:


Fui exonerado, hoje, sem nenhum comunicado prévio, da Casa Ziraldo Cultura.

Espaço cultural que todos sabem, foi idealizado por mim e desde a sua criação, sob meu comando, foram realizados 14 lançamentos de livros, diversas palestras e 63 eventos dos mais diversificados segmentos.
A visitação chega a média de 150 a 200 pessoas por dia atingindo todas classes sociais e faixas etárias. 

Tudo isso sem a menor estrutura operacional. Sem telefone, sem computador e internet.
Até o ano passado só foi possível realizar todas as exposições com empréstimo dos meus biombos particulares, sem ônus.
Por fim, estava em total abandono. Tenho ofícios datados de outubro do ano passado com pedidos de ebulidor de café, papel higiênico, canetas esferográficas, pó de café e sabão que não foram atendidos. 

Um espaço com dois pavimentos que dispunha de apenas duas pessoas trabalhando (eu e uma auxiliar).
Fiz um projeto de revitalização e melhor aproveitamento de espaço a custo baixo, mas nem na pintura, após quase três anos de intensa utilização, eu fui atendido.
Poderia enumerar diversas outras questões de total desprezo ao nosso trabalho e eu disponho deste dossiê.
Saio tranquilo, com sensação de dever cumprido. Houve uma mudança significativa no olhar da nossa cultura. Fiz minha parcela, apesar de toda resistência e má vontade em 
que encontrei durante o período em que estive a frente da Casa Ziraldo. 
O lamentável da história, é que fui chamado ontem, pelo atual Secretário de Cultura, (achei estranho, nunca ninguém me comunicou pra nada, nem para atender minha reivindicações, nem para as festas de fim de ano daquela secretaria) para repassar os eventos que estavam agendados até o final do ano.
E fui surpreendido hoje, com a porta da Casa Ziraldo Cultura fechada com uma nova fechadura e uma exposição, por mim organizada, em pleno funcionamento trancada ao público. Já estava tudo armado.
Só mais tarde li no jornal sobre minha exoneração.
Já passei por situações piores, não me abalo com isso. 

Ao longo da minha vida sempre dediquei a este ideal coletivo e tenho plena capacidade de realizar meus projetos pessoais, independente de qualquer coisa, pois o poder que Deus me deu, esta enraizado em mim e só Ele tira. 
Tenho dito!

terça-feira, 26 de junho de 2012

Sempre Gabriela

Desde que “eu vim para este mundo”, eu assisto novela. Eu sou um noveleiro incurável. De todos os folhetins televisivos que acompanhei, os que mais me marcaram foram O Bem Amado, O Casarão e Gabriela, todos fizeram História na telinha da TV Globo, nos anos 1970. Até hoje possuo os LPs (os saudoso bolachões) e CDs dessas novelas, e tenho também alguns exemplares da revista TV Guia, com fotos históricas de alguns dos nossos maiores artistas.
Estou assistindo os capítulos da nova versão de Gabriela e o que eu mais gostei foi perceber que a Globo manteve parte da belíssima trilha sonora que foi usada na versão original. Quem acompanhou o remake de Pecado Capital deve ter ficado muito triste ao ter que ouvir o Alexandre Pires (argh!) cantando o tema de abertura, que nos anos 70 foi gravado pelo genial Paulinho da Viola. Graças a Deus a burrice não imperou dessa vez e quem está acompanhando a novela está tendo a oportunidade de ouvir novamente "Guitarra Baiana", com Moraes Moreira; "São Jorge dos Ilhués", com Alceu Valença; "Retirada", com Elomar; "Modinha para Gabriela", com Gal Costa; “Porto”, com MPB4; “Filho da Bahia”, com Fafá de Belém; “Caravana”, com Geraldo Azevedo e “Alegre Menina”, com Djavan. Além disso, o elenco foi bem escolhido, apesar de muita gente achar que a atriz Juliana Paes, aos 33 anos, passou da idade para o papel principal. Antonio Fagundes, interpretando Ramiro Bastos (vivido por Paulo Gracindo em 1975) está a cara do Antonio Carlos Magalhães, mas convence como o líder dos coronéis.

E como eu entendo de televisão tanto quanto a Patrícia Kogut entende de desenho, o melhor mesmo é lembrar a edição de uma das revistas mais divertidas já publicadas no Brasil: Klik. Editada pela Ebal, de Adolfo Aizen, a publicação foi para as bancas em 1975, e seguia a linha da consagrada Mad, revista originalmente americana, que no Brasil foi publicada inicialmente pela extinta Vecchi. A diferença, é que a revista da Ebal era 100% escrita e desenhada por brasileiros. Logo na edição de estréia, Klik ofereceu aos leitores uma história em quadrinhos satirizando a novela Gabriela.
Uma das cenas mais divertidas na sátira da revista, e que encerra os quadrinhos, mostra o encontro do Coronel Melk Tavares (Gilberto Martinho) com Jorge Amado. O trabalho do desenhista Roberto Azevedo, que ilustrou os textos de Cláudio Almeida, fez tanto sucesso na época que até Jorge Amado escreveu uma carta a Adolfo Aizen solicitando o envio de cinco exemplares da revista para os arquivos do escritor. Obviamente que Aizen atendeu prontamente o autor de Gabriela.
Para o leitor  ter uma ideia do que circulou na época, selecionei, além da capa da revista, alguns desenhos interessantes que saíram na citada edição.
  

Em tempo: viva Sônia Braga! Apesar de esquecida pela mídia moderninha, a atriz pode ser apreciada no site Youtube com vários momentos da novela Gabriela na versão original, inclusive a cena que ela sobe no telhado para pegar uma pipa. Imperdível!