sábado, 13 de novembro de 2010

Salve Jorge!

Acredito que todos os amigos que de vez em quando dão as caras aqui já devem saber que o Jorge de Salles faleceu dia 1° de novembro.
Eu tentei escrever alguma coisa que pudesse traduzir como estou me sentindo agora, mas confesso que não consegui. Durante a missa de 7° dia, um dos amigos do Jorge, leu um belíssimo texto escrito pelo Millôr Fernandes mostrando exatamente o que representou Jorge de Salles para as artes do Rio de Janeiro. Assim que eu conseguir uma cópia, prometo postar aqui o citado texto e suprir minha falta.
Abaixo, uma fotografia feita possivelmente em 1988, quando estive com o Lapi e o Jorge de Salles no estúdio que ficava na Conde de Baependi, Laranjeiras.


3 comentários:

Nei Lima disse...

Que legal, mô amiguim!
Pena que a foto não está disponível para ampliar, né?
Cliquei nela e nem sinal...


Abração!

Diego Novaes disse...

Uma perda inigualável, Zé.

não vou reeptir tudo que já disse antes, mas fica aqui o comentário.

Abraço, grande Zé!

Diz disse...

Jorge foi um dos meus mais qrdos amigos, década de 70, 80, depois nos afastamos, mudei de cidade. Estou mt triste, vou divulgar seu blog por ai-amigo de Jorge é meu amigo.
Moro em Natal agora.
O atelier era tão apertadinho, ele saltando por ali- mta saudade.
Abs, Elianne-Laura_Diz(virtual)