quarta-feira, 15 de abril de 2009

Ainda o Max Porto


Essa história de escrever sobre o Max Porto acabou me aproximando dos fãs do programa Big Brother Brasil. Depois que o texto saiu no “Artefato Cultural” (http://www.artefatocultural.com.br/), o site "Fran e Max" (http://franemax.zip.net/) publicou o texto, o que chamou a atenção de outro espaço na Internet que se dedica ao mesmo tema, no caso o “De Cara pra Lua” (http://decarapralua.zip.net) que também postou meu texto lá. A dona deste site, a Susan, me enviou um e-mail avisando que estava aproveitando meu artigo, retificando que reconhece as mesmas dificuldades de atuar na área de artes visuais, já que tem em casa um artista plástico, o seu marido. Dias depois, descobri que dois blogs mantidos por fãs dos BBBs haviam publicado minha matéria sobre o Max Porto. São eles: http://mariquinhamaricota.blogspot.com/ e http://namoitadobbb.blogspot.com/.
Para quem passou os últimos anos se recusando a ver o Big Brother Brasil na TV, estou me sentindo como alguém que cuspiu para o alto e ficou esperando para ver o bicho que ia dar. Agora é aturar a zoação dos amigos.